Como Viajar de Avião com Bebês?

Tempo de leitura: 5 minutos

Como viajar de avião com bebês?

Viajei com minha filha quando ela tinha 11 meses e, na ocasião, também tive dúvidas se bebês com menos de 1 ano podiam viajar de avião.

As Companhias Aéreas aceitam transportar bebês de no mínimo 7 dias de vida. Contudo, a recomendação médica é esperar até completar 3 meses, devido ao fortalecimento do sistema imunológico, mas também ao conforto dos pais e do próprio bebê, que pode sentir-se desconfortável e chorar muito.

Como a Maria Clara já tinha 11 meses era bem mais fácil para viajar com ela.

Compramos a passagem através da internet. Uma coisa importante é lembrar de MARCAR a OPÇÃO que vai “VIAJAR COM UM BEBÊ de 0 a 23 MESES” para que você não tenha problemas na hora do Check-in.

Crianças de 0 a 23 meses geralmente não pagam passagem, pois vão no colo de um dos pais, preso por um cinto de segurança infantil (que deve ser solicitado ao comissário de bordo dentro do avião). Dependendo da companhia pode ter cobrança de taxas e impostos, o melhor é verificar antes.

Caso você queira que seu filho vá na cadeirinha, é necessário pagar a passagem para ele, pois será disponibilizado um novo assento. E, neste caso, verifique com a empresa aérea se a cadeirinha que você já possui pode ser utilizada ou se eles fornecem uma.

 Já levamos impresso o e-ticket para fazer o Check-in, o que facilita muito, pois os dados dos passageiros já vão preenchidos, otimizando o seu embarque.

 Lembre-se de levar seus documentos pessoais e do bebê. Como o voo era nacional, apresentamos nossas Carteiras de Motorista e a Certidão de Nascimento da pequena.

 Contudo, você também pode usar o RG, a carteira de trabalho ou o passaporte nacional, sendo originais ou cópias autenticadas.

 Já para voos internacionais os documentos mudam: será necessário o passaporte e o visto do local se o país exigir. E, dependendo do país que você for visitar, também precisará de comprovantes das vacinas exigidas.

O bebê também deverá apresentar um visto, caso o país de destino exija. E, se a criança for embarcar apenas com um dos pais, será necessário uma autorização por escrito do outro responsável, com firma reconhecida.

Chegue com antecedência de pelo menos 2 horas para voos nacionais e 3 horas para voos internacionais. Eu recomendo que você aumente mais meia hora nesta antecedência, pois assim você pode preparar seu filho com calma para o embarque. Por exemplo: oferecer uma alimentação rápida, trocar a fralda, mostrar os aviões no pátio 😀 , etc.

Viajar de Avião com Bebês

 

 Nós levamos na bagagem de mão:

1 Garrafa de água pequena;

Frutas (que não faziam muita sujeira, ameixa e pêssego);

1 Babador;

1 Pano de Boca;

 Bichinho de Pelúcia favorito dela;

Fraldas, Trocador Portátil, Algodão, Água no Frasco, Maizena no frasco e Pomada;

1 Agasalho;

1 Manta;

 1 Calça;

1 Body;

Algumas empresas fornecem alimentação diferenciada para bebês durante o voo, verifique antes com a companhia.

Você pode levar o Carrinho do Bebê sem que ele conte como bagagem. Nós levamos o carrinho dela e este nos acompanhou até o momento do embarque no avião, onde foi entregue para o comissário de bordo.

Quando embarcamos retirei da bagagem o que era necessário: a garrafa de água; as frutas; o babador; o pano de boca; o bichinho de pelúcia; o agasalho e a manta.

Retirei estes itens e coloquei em sacolas, pois a bagagem de mão é colocada no bagageiro que fica acima do banco. Caso você precise é necessário pedir para algum comissário de bordo pegar.

O voo era rápido, com duração de 50 min, então, como eu já havia trocado a fralda dela antes e ela não fez “o número 2” 😆 , não precisei trocar a fralda no avião.

Se você precisar fazer a troca da fralda, solicite auxílio de um funcionário. Geralmente o próprio banheiro do avião já conta com um trocador.

Durante o voo é recomendado que nas variações de pressão, como no momento de decolar ou aterrissar, você ofereça para o bebê algo que ele possa sugar para não ficar com dor no ouvido.

Como minha filha mama no peito, eu ofereci a ela o seio e ela ficou tranquila, não manifestou qualquer desconforto. Caso você não amamente mais, pode oferecer uma mamadeira ou chupeta.

Levei uma mochila (estilo canguru) para colocar a bebê, o que facilitou um tanto poder ficar com as mãos livres, mas se ela fosse menor eu levaria um Sling.

Ela ficou tranquila durante a viagem, brincou com o bichinho que levei e principalmente com o controle do monitor de TV que fica atrás dos bancos 😀 😆 .

Quando desembarcamos pegamos o carrinho dela e fomos retirar o restante da bagagem nas esteiras.

Viajar de avião com bebês é mais tranquilo do que parece!!! Também achei muito mais confortável do que viajar de carro.

Abraços com carinho!!!

Estas dicas foram úteis para você?? Compartilhe, deixe também um comentário aqui no Blog.

Acompanhe a lista de emails para receber nossas atualizações, não fazemos spam. Coloque seu email aqui!

Acompanhe Mãe com Carinho: apoio a Gravidez e Maternidade

Para mais informações a respeito de Viajar de Avião com Bebês veja este artigo do site Bebe.com.br : 17 Dicas para Viajar com o Bebê de Avião

Comments

comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.